13 PONTOS DE SEO ON PAGE CHECKLITS

SEO on-page é todo sobre a experiência do usuário.Ao contrário da crença popular, não se trata de rechear seu conteúdo com palavras-chave de alto tráfego. Em vez disso, você precisa se concentrar na criação de conteúdo de alto valor que ofereça aos visitantes exatamente o tipo de informação que eles procuram em uma página de fácil navegação.

Se você ainda tem dúvidas sobre o que é seo pode checar esse artigo mais completo.

Vamos a checklist.

1. Pesquise as Palavras Certas pro Conteúdo

A pesquisa de palavras-chave está no centro de qualquer estratégia de SEO OnPage.

Se seu conteúdo estiver focado nas palavras-chave certas, você poderá encontrar rapidamente o caminho até o topo dos resultados de pesquisa do Google. É um tópico importante que precisa ser explicado com muito detalhe.

Mas vou simplificar para você.

Em essência, a pesquisa de palavras-chave é simplesmente outra forma de pesquisa de mercado.

Seu público-alvo está à procura de soluções para diferentes problemas.

Sua tarefa é identificar corretamente as palavras-chave que eles pesquisam e determinar se você pode classificá-las no topo.

Por exemplo, uma palavra-chave ampla como “camisetas” pode gerar centenas de milhares de pesquisas, mas é fácil classificá-las? Não.

É bom classificar para ela?  Talvez não.

Porque as principais palavras-chave, como “camisetas”, não dizem nada sobre a intenção do usuário.

Ele está querendo comprar camisetas, camisetas de design, camisetas para sua namorada ou simplesmente aprender o que é uma camiseta?

Essa é uma das razões pelas quais as palavras-chave principais têm taxas de conversão muito baixas.

Palavras-chave de corpo, geralmente frases de 2 a 3 palavras com intenção de pesquisa  ligeiramente mais clara, têm menos tráfego em comparação com palavras-chave principais.

Mas elas ainda são muito competitivas para serem classificadas. “T-shirt Masculina” é um exemplo de tais palavras-chave.

As palavras-chave de cauda longa são muito mais direcionadas para frases de 4 a 5 palavras.

Elas recebem um tráfego muito menor (100-1000 por mês), mas são mais fáceis de classificar, pois têm baixa concorrência e uma taxa de conversão muito maior.

Se seu site tiver dezenas de palavras-chave de cauda longa, seu tráfego combinado pode ser significativo.

Os profissionais de marketing profissionais concentram-se principalmente nas palavras-chave de cauda longa.

Então, como você encontra essas palavras-chave?

Existem várias ferramentas para ajudá-lo.

Mas sugiro que você comece sua pesquisa nas pesquisas relacionadas do Google para ter uma ideia melhor.

Vamos supor que eu esteja no nicho de perda de peso e estou procurando palavras-chave de alto tráfego e palavras-chave de cauda longa pelas quais posso classificar facilmente.

Vamos ver o que o Google sugere:

Quando desloco a página de resultados de pesquisa, posso ver a lista de pesquisas relacionadas com a minha palavra-chave principal, a perda de peso

Estes são termos estreitamente relacionados, com mais intenção de busca do usuário.Você pode usá-las em seu conteúdo em vez das palavras-chave principais mais amplas.Você também pode usar o Ubersuggest ou Keyword.io para encontrar centenas de palavras-chave relacionadas que as pessoas pesquisam no Google.

Se você não tiver nenhuma palavra-chave em mente, basta inserir o URL do seu concorrente no SEMrush para encontrar as palavras-chave para as quais ele está classificado.Isso lhe daria um bom ponto de partida para escolher suas palavras-chave.

Por exemplo, aqui está o que obtive quando pesquisei o site nomadan.org

Anote-os em um arquivo separado do Bloco de notas.

Você pode pesquisar essas palavras-chave no Google para encontrar mais palavras-chave sugeridas na seção de palavras-chave relacionadas mencionada anteriormente.

Todas essas técnicas são ótimas para encontrar ideias de palavras-chave que você pode explorar com mais detalhes.

2.META TAGS

O papel das meta tags mudou nos últimos anos.Elas ainda são importantes, mas por diferentes razões.

TITLE TAG

As tags de título são usadas para exibir o título da sua postagem na pesquisa do Google e têm um impacto direto nos seus rankings.

De preferência, o título deve conter sua principal palavra-chave principal,mas também deve ser conciso. Idealmente, o tamanho do seu título deve ficar entre 50 e 60 caracteres para ficar completamente visível.O Plugin Yoast Seo mostrara isso pra você.

META DESCRIÇÃO

Esta é a descrição resumida da sua página que aparece abaixo do título nos resultados da pesquisa.

Ela não tem um impacto direto nas classificações de pesquisa, portanto você não deve inserir palavras-chave nela se não quiser, embora alguns especialistas recomendem.

De acordo com o Survey Monkey, quase 44% das pessoas clicam em um resultado de pesquisa por causa da meta descrição.

Portanto, você precisa torná-la atraente para os leitores e usá-la para dar uma boa ideia do conteúdo da sua página.

Você pode usar o plugin Yoast SEO para obter visualizações de títulos e meta-descrição no WordPress.

3. ADICIONE MODIFICADORES NO SEU TITULO PARA RANKEAR MAIS ALTO.

Como eu disse antes, a classificação para diferentes palavras-chave de cauda longa pode trazer muito tráfego combinado para seu site.

Adicionar modificadores ao título da página, além da palavra-chave principal, pode ajudá-lo a classificar palavras-chave de cauda longa que você nem conhece.

Os modificadores são termos de suporte que tornam seus títulos mais descritivos e ajudam os usuários a entender melhor o contexto de sua página.

Muitas pessoas usam esses termos enquanto pesquisam.Os termos a seguir são bons exemplos de modificadores.

  • O ano atual (por exemplo, dicas de SEO para 2018)
  • Localização geográfica (por exemplo, dicas de SEO para empresas locais em em São Paulo)
  • Melhor (por exemplo, as melhores dicas de SEO para 2019)

4) USE A PALAVRA CHAVE NAS PRIMEIRAS 100 PALAVRAS


De acordo com o Ahrefs, usar sua palavra-chave alvo pelo menos uma vez nas primeiras 100 palavras pode ajudar você a ter uma classificação mais alta, pois isso dá ao Google uma melhor compreensão do assunto da sua página.

É um forte sinal de relevância que não apenas ajudará você a ter uma classificação mais alta, mas também dará aos leitores o que eles querem de imediato.

5. USE A PALAVRA CHAVE NO ATRIBUTO ALT DA IMAGEM, NO NOME DO ARQUIVO E NA DESCRIÇÃO

Quando você adiciona imagens às suas postagens, verifique se elas contêm texto descritivo e nomes de arquivos e descrições amigáveis ​​para SEO.

Por exemplo, se o nome do arquivo da sua imagem for image123.jpg, altere-o para um nome mais descritivo, como guest-blogging-seo.jpg.

Se você tiver texto alternativo descritivo, nomes de arquivos e descrições de imagens, terá mais chances de exibir suas imagens em resultados de pesquisa relevantes.

6.USE H1 PRO TITULO E H2 PARA SUBTITULO

Esta é uma prática padrão para a maioria dos SEOs, mas isso não é menos importante.

Certifique-se de que o título da sua página, contendo sua palavra-chave primária, seja agrupado na tag H1.

Por padrão, o WordPress usa H1 para títulos de página / postagem.

Para todos os subtítulos da sua postagem, use a tag H2. Além disso, certifique-se de que pelo menos um subtítulo (de preferência do topo 2-3) tenha sua palavra-chave nela.

7 APAREÇA NO SNIPPET DO GOOGLE ESTRUTURANDO SEU CONTEÚDO DA MANEIRA CERTA

O snippet em destaque na Pesquisa Google (também chamado de RichAnswers) é uma mina de ouro do tráfego.

É uma resposta em caixa que aparece no topo dos resultados de pesquisa do Google quando sua consulta é uma pergunta.

Qualquer conteúdo que chegue à caixa de recursos atrai naturalmente a maior parte do tráfego dessa consulta de pesquisa.

Estudos sugerem que o Google mostra essas respostas com mais frequência para pesquisas por voz em comparação com consultas de texto.

E cada resultado de voz começa com uma referência de marca para o site de origem.Por exemplo, se esse blog chegar ao snippet rich answers, o resultado da voz será iniciado assim

“De acordo com Fazer um Blog Hoje ……”

Uma enorme oportunidade de branding!

Colocar seu site em destaque com rich answers tem muito a ver com a estrutura do seu conteúdo. De acordo com o Convince & Convert, as páginas que são bem otimizadas para determinadas palavras-chave e já estão classificadas nos 10 melhores resultados, têm uma chance maior de serem destacadas.

8. USE LSI NO SEU CONTEÚDO

Indexação semântica latente ou palavras-chave LSI são terminologias e frases relacionadas ao seu nicho mais amplo e sua principal palavra-chave.

Ao criar conteúdo para seu website ou blog, você precisa ter certeza de que está misturando as palavras-chave do LSI junto com a palavra-chave principal.

De acordo com a Upward Media, usar palavras-chave LSI também é importante por causa do RankBrain, um dos principais fatores de classificação do Google, que avalia as consultas de pesquisa com base no contexto e na intenção do usuário.

Por exemplo, se a sua palavra-chave principal é “gerar tráfego para blogs”, suas palavras-chave LSI podem ser

  • Receba mais visitantes
  • Atrair mais tráfego
  • Direcione mais visitantes
  • Receba tráfego gratuito

Você pode usar uma ferramenta gratuita como o LSI Generator para encontrar dezenas de terminologias e frases relevantes para a sua palavra-chave principal.Também misture palavras-chave de cauda longa diferentes que aparecem na seção de pesquisas relacionadas nos resultados de pesquisa do Google.

9) CRIE CONTEUDO DE QUALIDADE

Uma pesquisa da HubSpot mostra que quase 75% dos consumidores preferem pesquisar marcas e produtos por meio de artigos e postagens de blogs, em vez de anúncios pagos.

E de acordo com o Quicksprout, os blogs obtêm 97% mais links de entrada e 434% mais páginas indexadas em comparação com sites simples.

Portanto, a melhor maneira de classificar várias palavras-chave e fortalecer seu SEO na página é criar consistentemente conteúdo de alta qualidade.

Para ser mais específico, o Google considera qualquer conteúdo de alta qualidade se for

  • Acionável
  • Focado em soluções
  • Otimizado para palavras-chave relevantes
  • Fácil de compartilhar
  • Escrito para humanos e não para mecanismos de busca

Mas, do ponto de vista do SEO, aqui estão algumas coisas que você precisa ter em mente ao criar conteúdo

Evite o conteúdo fraco – Não há mais como rankear com posts de 500 a 800 palavras. O Google gosta de artigos mais longos e detalhados.

Seja o mais completo possível e crie um conteúdo mais longo no intervalo de 1500 a 2000 palavras (e além, se necessário)

Evite conteúdo duplicado, como o diabo fugindo da cruz. A criação de conteúdo duplicado é a maneira mais fácil de fazer com que seu site seja penalizado pelo Google. Não há mal em fazer pesquisas e citar recursos de autoridade, mas não copie seus materiais completamente.

Útil, acionável, orientada por dados e bem pesquisada – A marca registrada do conteúdo de qualidade é sua utilidade e credibilidade. Os leitores também tendem a compartilhar conteúdo apoiado por pesquisas. A maneira mais fácil de fazer isso é usar estudos de empresas de pesquisa como Pew, Statista, etc. Engajamento de conteúdo – o Google leva o engajamento de conteúdo muito a sério. Na verdade, é um dos principais fatores de classificação. Ele mede o engajamento de conteúdo pelo tempo médio que um leitor gasta em uma página. Pesquisas mostram que certos tipos de conteúdo, como vídeos, imagens, infográficos, postagens de listas, estudos de caso, etc., geram mais envolvimento do que outros.

Conteúdo Fresco – Se você estiver em um nicho onde coisas novas estão acontecendo regularmente (notícias, esportes, moda, eventos, atualizações frequentes, etc.), o frescor do conteúdo é um fator importante de classificação para você.

10 FAÇA DOS VIDEOS PARTE DA SUA ESTRATÉGIA

O vídeo é indiscutivelmente a forma mais envolvente de conteúdo on-line.

De fato, quase 74% de toda a Internet deve ser impulsionada por conteúdo de vídeo até o final de 2018.

Usar vídeos como parte de sua estratégia de conteúdo também fortalece seu SEO OnPage.


Adicionar um vídeo ao seu conteúdo pode aumentar suas chances de chegar à primeira página do Google em 53 vezes.

Para blogueiros como eu e você, uma das melhores maneiras de usar vídeos é criar pequenos videoclipes relevantes para o tópico da postagem do seu blog, enviá-los para o YouTube e incorporá-los ao seu conteúdo.

Fazer isso seria uma forte evidência de qualidade para o Google.

A mistura rica de mídia do seu conteúdo não apenas ajudará você a envolver mais os leitores, mas também enviará fortes sinais sociais que o ajudarão a se classificar melhor.

11 ADICIONE BOTÕES DE COMPARTILHAMENTO

Há muito debate sobre se os sinais sociais afetam diretamente seus rankings de pesquisa ou não.

Mas uma coisa é certa.

Mais compartilhamentos sociais resultam em mais exposição e mais olhos no seu conteúdo.Isso aumenta naturalmente suas chances de encontrar mais leitores, gerando mais tráfego e até atraindo mais backlinks.

É exatamente por isso que você precisa ter um widget básico de compartilhamento de mídia social no seu site.Você pode usar widgets flutuantes gratuitos como o SumoMe ou os botões de compartilhamento de configuração do AddThis em seu site em minutos.

12 CRIE INTERLINKS ENTRE SEUS CONTEÚDOS

A profunda interligação de conteúdo facilita o rastreio de novos conteúdos e o aprofundamento do blog com os rastreadores do google.

Ao criar um novo conteúdo, lembre-se de fazer links frequentes para outras páginas relevantes no seu website.

13 FREQUENTEMENTE LINK PARA CONTEÚDO DE ALTA QUALIDADE

Obter backlinks de sites de alta autoridade é um dos principais objetivos de qualquer estratégia de SEO.

Mas você sabia que links para sites de alta autoridade em seu próprio conteúdo também podem ser benéficos para o seu ranking?

Quando as aranhas do Google rastreiam seu conteúdo, ver links externos para sites de alta autoridade em seu nicho, é considerado como um indicador positivo.Isso é ainda mais eficaz quando o texto âncora do link é natural.

13 PONTOS DE SEO ON PAGE CHECKLITS
5 (100%) 1 vote

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!